Nutriterapia ou Nutrição Quântica

O termo “quântico” ainda é pouco conhecido, mas muitos estudos contemporâneos estão vindo de encontro com tudo o que sempre buscamos, para uma vida saudável.

É nutrir as 4 dimensões corporais: físico, metal, energético e emocional, através de alimentos e terapias capazes de equilibrar as frequências vibracionais desse sistema.

Nossa alimentação e comportamentos emocionais influenciam diretamente este eixo vibracional e quando inadequado geram doenças.

Por uma questão de crenças e cultura, buscamos tratar apenas os sintomas, e somente quando estes já estão prejudicando nossos 4 corpos que então buscamos ajuda. A Nutrição Quântica baseia seu tratamento na origem das queixas e consequentemente eliminando os sintomas, para isso é preciso aprofundar nas verdadeiras causas, este é um tratamento tanto eficaz no auge dos problemas quanto na prevenção. Somos um ser complexo e indissociável, portanto tratar somente sintomas é uma forma inevitável de prorrogar os males que acabam se potencializando em questão de tempo.

A Nutrição Quântica tem como objetivos:

  • Tornar alcalino o pH do corpo;
  • Oxigenar e desintoxicar as células.

O pH  (Potencial Hidrogeniônico), ou seja, é o nível de acidez, neutralidade ou alcalinidade de uma substância.  Nosso corpo também possui um pH que varia de acordo com a temperatura e a composição das substâncias presentes em nosso organismo, tais como minerais, sais, ácidos, metais e etc. A medida do pH orgânico é essencial para a manutenção do equilíbrio das 4 dimensões corporais.

Uma dieta feita com o consumo de alimentos crus, grãos e frutos frescos e secos é essencial para alcalinizar o ph, tornando o corpo menos ácido em sua composição.

Os alimentos precisam da ação, um do outro, para ter suas funções realizadas de forma plena, no organismo nenhum nutriente age sozinho e é importante o equilíbrio de todos eles e entre eles.

Um organismo com excesso de acidez irá diminuir sua capacidade de absorver os minerais e outros nutrientes e assim, consequentemente, diminuirá sua capacidade de reparar as células danificadas, que é o que ocorre com as células cancerosas.

Células normais não podem viver sem oxigênio. Vivem em um ambiente alcalino e oxigenado. E é no ambiente inverso, sem oxigênio que as células cancerosas sobrevivem, por isso a importância de oxigenar e desintoxicar as células através da dieta alcalina.

O nosso corpo é perfeito e sempre elimina as toxinas através da urina, da transpiração e das fezes, mas quando há excesso de elementos tóxicos, é preciso auxilia-lo com uma dieta desintoxicante.

A dieta desintoxicante neutraliza parasitas, regula a intolerância alimentar e medicamentosa, elimina os metais tóxicos, a radiação acumulada, as ligas e os amalgamas.